Prefeito faz a entrega da primeira casa do projeto habitacional da Zona Rural

144

O prefeito Diogo Alexandre entregou nesta sexta-feira, 5, a primeira das 134 casas propostas no programa de habitação da zona rural. A entrega, que dá o pontapé inicial da conclusão da sobras, foi no sítio Palmeiras. Outras comunidades do município também foram beneficiadas, com o projeto garantido através de parceria da Prefeitura de Chã Grande, Caixa e Associação Chãgrandense de Assistência Social (ASCA).

A primeira casa foi entregue ao agricultor José Dário. Visivelmente emocionado, ele lembrou que a construção é bem mais que uma casa. “Não tenho palavras para explicar esse sonho. Para mim era impossível, mas através do trabalho de Diogo e sua equipe, tem feito muitos sonhos se realizar”, destaca o agricultor. “Eu sempre acreditei pelo trabalho que ele tem feito em Chã Grande. Isso nos deu confiança”, completou.

Segundo o cronograma de execução das obras, outras casas da região de Palmeiras devem ser entregues aos proprietários dentro do prazo de até 30 dias. Ao todo, com mais este projeto, o prefeito Diogo Alexandre chega a marca de mais de 700 casas entregues no município, ao longo de três gestões.

Quando entregamos a primeira casa lá atrás, eu vejo pessoas que naquela oportunidade eram crianças pequenas, de colo, que se tornaram jovens dentro das suas casas. A gente vê o bem desse projeto, que pudemos fazer a toda a família, aos pais e essas crianças. Vendo esse bem, de poder ter transformado a vida de centenas de famílias, só faz com que possamos lutar mais e saber da verdadeira importância de uma casa para quem não tem onde morar, ou que muitas vezes mora de uma forma desumana”, destacou o prefeito Diogo Alexandre.

Acompanhado do vice-prefeito, Sandro Advogado, dos vereadores Demir, Célia de Jaci e Ninho Moto Táxi, o gestor chãgrandense fez a entrega das chaves da casa ao agricultor José Dário. O prefeito lembrou também a importância da casa para a qualidade de vida das pessoas beneficiadas.

Eu acredito que o maior projeto, em gestão pública, que qualquer político pode fazer é cuidar das pessoas. É um sentimento de muita gratidão a Deus, de muita felicidade, de dever cumprido, e de saber que estamos no rumo certo no município. Que possamos trazer esse benefício para tantas outras famílias que necessitam”, pontuou.

Foto: Jhonata Albuquerque

Deixe seu comentário